gatinhos de papelão
Desenvolvimento infantil DIY

10 ideias de craft usando papelão e rolo de papel higiênico para fazer com as crianças

bichinhos de rolo de papel para crianças

Eu adoro trabalho manual. Minha infância ficou marcada, entre outras memórias, pelas tardes inteiras que eu passava criando arte – tem até uma piada na família, do dia em que eu estraguei uma fita da banda Kraftwerk pra fazer decoração de carnaval. 😀

Piadas e prejuízos à parte, esse tipo de atividade é excelente para o desenvolvimento das crianças e nesses dias de isolamento social por conta da pandemia de Covid-19, fazer trabalhos manuais tem ajudado a aliviar o estresse e a angústia, uma vez que criar, cortar, colar, ocupa o tempo de tal forma que esquecemos de tudo, do mundo e de suas notícias.

Manter a concentração na construção de algo é estimulante, divertido e inspirador. Também é terapêutico e é como uma meditação, uma pausa, um tempo lento que nos leva a olhar para dentro…

Além disso, é um passatempo analógico, reduz o tempo na frente das telas, que se torna tão maior quando estamos confinados em casa, e diminui a ansiedade que provém desse excesso. É bom para adultos e crianças.

Reuni 10 dos melhores crafts que fizemos em casa durante essa quarentena, para inspirar quem quiser começar a fazer também:

Turminha do jardim

animais de rolo de papel higiênico

Usando rolo de papel higiênico e a imaginação, dá para fazer absolutamente qualquer bichinho que você quiser. E dá para fazer o mesmo bicho de formas diferentes, o que muda é a dificuldade da técnica e o quão incrementado ele vai ser.

A gente fez essa “turminha” (como diz a Aimée) usando técnicas muito fáceis, materiais bem acessíveis e eles ficaram lindos:

abelhinha de rolo de papel higiênico

Abelhinha fofa

Essa abelhinha foi feita usando apenas:

1) um rolo de papel higiênico;

2) alguns recortes de papel Canson colorido (amarelo e preto);

3) um pedaço de papel branco reaproveitado de embalagem (mais resistente);

4) papel kraft, para fazer o rostinho;

5) canetinha preta;

6) tesoura e cola.

Não tem segredo nenhum, a não ser cortar os papeis nos tamanhos adequados, à mão livre mesmo, já que são formas super fáceis de serem recortadas, colar e brincar!

coelhinho de rolo de papel higiênico

Coelhinho minimalista

Outro bichinho super fácil de fazer é esse coelho.

Aqui usamos:

1) rolo de papel higiênico;

2) folhas de papel reciclado num tom de azul bem leve, mas também dá pra usar tinta guache pra pintar;

3) sobras de papel Canson preto para fazer os bigodes;

4) olhinhos autocolantes vendidos (numa cartela com vários) em qualquer papelaria, mas também dá pra fazer os olhos usando papel branco e preto;

5) pompom cor de rosa;

6) tesoura e cola.

borboleta de rolo de papel higiênico

Borboleta fashionista

Outra ideia facílima é a borboleta. Nós usamos:

1) rolo de papel higiênico;

2) papel colorido (rosa e amarelo) de um caderno velho que eu tinha em casa;

3) E.V.A. glitter, reaproveitado de uma tiara de carnaval, para fazer as asas e as antenas;

4) olhinhos autocolantes;

5) pompom cor de rosa para o nariz;

6) tesoura e cola e

… voilà!

Para colar as asas, sugerimos fazer cortes nas laterais do rolo e então encaixá-las e fixá-las com cola de isopor.

Uma família engraçada e estranha

boneco de rolo de papel higiênico

Esses bonecos foram inspirados em uma das atividades do livro 1000 ideias para criar e se divertir, da editora Usborne.

Mas enquanto lá o corpo é feito de dobradura de cartolina, aqui usamos um material abundante e acessível: o rolo de papel higiênico! hahaha

boneco de rolo de papel higiênico

O que dá essa característica engraçada e estranha nessa família é o formato dos narizes e das orelhas.

Para fazê-los, basta pegar um recorte de papel e dobrar três vezes para dentro. Ele vai formar um triângulo, como se fosse uma barraca. Corte o excesso, deixando no tamanho adequado, e está pronto.

Tal como nos bichinhos, nós usamos rolo de papel higiênico, recortes de papel Canson colorido (amarelo, azul, marrom e preto), olhos autocolantes e o E.V.A glitter reaproveitado da tiara de carnaval, com o qual fizemos os acessórios das bonecas.

Para fazer os cabelos, é preciso deitar o rolo num pedaço de papel e então contornar com a forma desejada. Depois recortar e colar no rolo.

Para os lábios de batom, usamos cola colorida.

Eu achei que essa família ficou bem anos 80! 😀

Tá tudo meio amassadinho e manchado de tinta porque aqui é craft com criança real, não é só cenário pra foto! Hahaha

bonecos de rolo de papel higiênico

Senhor Ratinho

Esse foi o primeiro bichinho de rolo de papel higiênico que fizemos na quarentena e foi o que a Aimée trabalhou mais livremente, pintando do jeito dela.

Aqui foram usados somente rolos de papel para montar a estrutura: um para fazer o corpo e o outro para recortar as partes do ratinho: orelhas, pés, braços, nariz e rabo.

Foi tudo feito à mão livre, sem molde, portanto não tem mistério nenhum para fazer, é só seguir as formas, sem se preocupar com perfeição.

Para colar as orelhas, o nariz e o braço, o ideal é usar uma cola bem forte, porque a cola comum não segura bem esse tipo de papel. Aqui usamos cola de isopor.

Os pés e o rabo do ratinho são encaixados com cortes feitos no rolo de papel e depois colados por dentro para fixar melhor e não correr o risco de cair.

Fora isso, só tinta para pintar e os olhinhos autocolantes – que devem ser colados de um lado só, senão fica esquisito, uma vez que o nariz do ratinho é muito grande.

Um macaquinho simpático

Esse macaquinho sorridente, com rabo para cima e acenando é um dos mais fofinhos que a gente fez.

Nós usamos:

1) Papel Canson colorido (marrom, amarelo, preto)

2) recorte de embalagem branca (para os olhos)

3) papelão para fazer o corpo

4) rolo de papel higiênico para fazer o suporte do macaquinho

5) tesoura, cola e canetinha.

Faça os moldes dos braços, rabo e orelhas, recorte e cole por trás do papelão.

Depois faça os olhos, boca e barriga e cole na frente.

Por último, cole o rolo de papel por trás do macaco, assim ele fica em pé e facilita na hora da criança brincar.

macaquinho de papelão

Família de Gatinhos

gato de papelão

De todos os crafts, a família de gatinhos é a minha preferida.

Eles ficam tão lindos que parece que foram feitos para existir no papelão!

Para criar os filhotes, desenhe em um papelão o formato dos gatinhos, tal como na imagem acima. Depois faça um corte, da largura de um dedo e bem no meio do corpo, dobrando em seguida essa parte cortada para trás. Com isso, cria-se o formato das pernas e um suporte para manter os gatos em pé. O barbante enrolado no corpo deles dá um charme.

Por último, seguindo os passos abaixo, dá para fazer o gato maior e de quebra, um porta-lápis de gatinho!

Porta-lápis de gatinho

Para fazer o porta-lápis de gatinho:

1) recorte moldes como os da imagem abaixo:

pap gatinho de papelão

2) cole a cabeça na frente do corpo e as orelhas e o rabo na parte de trás da cabeça e do corpo, respectivamente;

3) use recortes de papel preto, branco e rosa para fazer os bigodes, o nariz e os olhos;

4) cole as pernas deixando pouco menos de um dedo para fora do corpo e dobre essa parte para cima com o auxílio de um palito de picolé (isso vai servir para colar a base);

5) cole o rolo de papel higiênico nas costas do gato;

6) passe cola nos pés do gato, para então poder colar a base. Não esqueça de pressionar os pés na base por um minutinho, para fixar bem.

Pronto. Depois é só esperar secar e colocar os lápis dentro do rolo.

Se você curtiu, deixe um comentário, esclareça uma dúvida ou faça uma sugestão! Novos crafts ainda vêm por aí…

Alexandra

Oi. Meu nome é Alexandra Duarte e eu escrevo aqui.

Sou formada em Ciências Sociais e pós-graduanda em Educação, áreas do conhecimento que eu adoro estudar e discutir. Além disso, fazem parte da minha vida profissional a fotografia e o cinema.

A arte me inspira, mas andar pelo mundo enche minha vida de sentido. Tenho predileção por tudo que envolve culturas e gosto de estar em contato com pessoas e ideias. Estudar, escrever, viajar, fotografar e fazer filmes são maneiras de experimentar isso. Com a maternidade, meu campo de visão se alargou, e criando a Aimée infinitos temas de estudo e áreas de interesse surgiram. Aqui no blog eu escrevo um bocado sobre tudo isso.

Você também pode gostar...

4 comentários

  1. aaa gente, que coisa mais fofa ♥ apaixonada pela família estranha e pela família de gatinhos, ficou tudo lindo demais e amei as fotos tb!

    1. Alexandra diz:

      Obrigada! <3 Essas duas famílias são minhas preferidas também! 😀

  2. Evandro diz:

    <3 ficou massa o texto também!

    1. Alexandra diz:

      Que bom que tu gostou! 🙂 <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *